QUASE ACIDENTES SÃO SINAIS DE ALERTA

Muitos acidentes quase acontecem… São aqueles que não provocam ferimentos apenas porque ninguém se encontra numa posição de se machucar. Provavelmente, se nós tivéssemos conhecimento dos fatos, descobriríamos que existem muito mais acidentes que não causam ferimentos do que aqueles que causam.


Suponha que você esteja voltando para a casa à noite de carro e por pouco não tenha atropelado uma criança correndo atrás de uma bola na rua. Foi apenas sorte você ter conseguido frear no último segundo a poucos centímetros da criança? Não. Um outro motorista talvez tivesse atropelado a criança. Neste exemplo os seus reflexos podem ter sido mais rápido, ou talvez você estivesse mais alerta ou mais cuidadoso. Seu carro pode ter freios melhores, melhores faróis ou melhores pneus. De qualquer maneira, não se trata de sorte, apenas o que faz com que um quase acidente não se torne um acidente real. Quando acontece algo como no caso da criança quase atropelada, certamente, você reduzirá a velocidade sempre que passar novamente pelo mesmo local, você sabe que existem
crianças brincando nos passeios e que, de repente, elas podem correr para a rua.


No trabalho um quase acidente deve servir como aviso da mesma maneira. A condição que quase causa um acidente pode facilmente provocar um acidente real da próxima vez em que você não estiver tão alerta ou quando seus reflexos não estiverem atuando tão bem.


A conclusão é mais do que óbvia. 

NÓS DEVEMOS ESTAR EM ALERTA PARA O QUASE ACIDENTE. 

Assim evitamos ser pegos por acidentes reais. 

Lembre-se que os quase acidentes são sinais claros de que algo está errado. 

Vamos tratar os quase acidentes como se fossem um acidente grave, descobrindo suas causas fundamentais enquanto temos chance, pois só assim conseguiremos fazer de nosso setor de trabalho um ambiente mais sadio

NOTAS

DDS são ferramentas importantes na gestão de SMS, com a função de instruir os funcionários antes do início de suas atividades laborais. 

IMPORTANTE: O conteúdo é meramente sugestivo e elaborado para a realidade de uma frente de serviço teórica. Todos os DDS são genéricos e devem ser adaptados a realidade das frentes de trabalho, pelo profissional de SMS( Segurança, Meio Ambiente e Saúde) e/ou lideres da empresa ou setores.  

A responsabilidade do DDS é exclusivamente da pessoa que estará realizando o dialogo nas frentes de trabalho!!!

0 Comentários

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *